You’ve Got a Friend (in me!)

Fazer amigos de verdade não é fácil. E também não é algo conseguido com algum esforço particular. Acontece.

A princípio são gostos em comum, assunto pra conversar, opiniões parecidas. Você indica algo novo pro outro, o outro te apresenta uma música, filme ou livro novo. Depois vem a convivência, fazer coisas juntos: um almoço no bandejão, uma macarronada na casa de um, noite de filmes no outro, ir pro bar depois da aula, depois do almoço, antes da aula, antes do almoço. Participar na vida um do outro, escutar e contar, pedir e dar opiniões, falar de coisas da vida… importantes ou pura baboseira. Até que chega um momento que não há mais receios, vergonhas… mas sim a certeza de que não importa o seu último podre, seu amigo vai estar ali pra te colocar no eixo ou rir da sua estupidez.

Agora no fim da universidade é inevitável pensar – e muito. Especialmente num curso que profissionalmente te leva à quase nada, não é difícil ficar ponderando os anos de vida universitária e perguntar “o que eu estou levando de tudo isso?”. De imediato, a primeira coisa que me vem: meus amigos. Dizem que os melhores amigos que fazemos são na faculdade e, bem, talvez seja cedo pra afirmar isso, mas é o que realmente parece. Não é a turma toda, muito de longe disso. São alguns. De verdade mesmo mesmo mesmo, duas. Duas que já me viram nas situações mais bizarras do mundo, que já passaram por coisas bizarras comigo, e que ainda assim nunca largaram do meu pé – e eu nem sempre fui uma boa amiga.

Estava escutando “You’ve Got a Friend” (que aliás está no repeat aqui loucamente) e fiquei pensando. Enfim, acho que é mais pra falar pra essas duas que, de outro continente e hemisfério, eu lembro delas e gostaria de poder fazer como a música diz e estar aí assim que vocês me ligassem.

Outra música sobre amizade (e com um título bem parecido) é aquela de “Toy Story”, uma das minhas animações preferidas de todos os tempos – toda sobre amizade. E lembrem-se: “When the road looks rough ahead and you’re miles and miles from your nice warm bed, you just remember what your old pal said: you’ve got a friend in me”.

*Ao som de James Taylor & Carole King – You’ve Got a Friend

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “You’ve Got a Friend (in me!)

  1. oniguiri

    Te falei que adicionei um lembrete que toda vez que você posta alguma coisa me chega um email com seu post?
    E bom, eu não ligo por dois motivos: primeiro porque aqui na italia não existe o telefone mágico que a gente liga gratis pra todo o universo; e segundo porque eu só posso ligar pelo skipe, que paga, e eu não curto gastar meus créditos chorando…
    E vc nem sabe quantos rins (só dois eu acho) eu daria pra pra ligar e vc estar aqui….

    • Olivia

      Percebi que você sempre comenta com uma rapidez incrível! =)

      Eu sei que é difícil, várias vezes eu também estou aqui querendo conversar e né, não tem jeito. É só o encontrar por acaso online, os emails… Eu só queria mesmo dizer é que, apesar dessas dificuldades e de não podermos conversar tanto qto antes, apesar de ser mais difícil, eu penso muito em vcs.

      PS: a letra da música de Toy Story citada foi mais pra vc, viu? =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s