You won’t make a fool out of me

Eu já disse por aqui que eu gosto de futebol. Dito isso, vamos precisar: eu gosto da diversão que ele proporciona, um passatempo, algo saudável. Passo longe de ser fanática, longe mesmo, mas gosto. E sabe essas pessoas apaixonadas por futebol? Acho legal. E sim, como QUALQUER OUTRA PAIXÃO, futebol também não tem justificativa, sua escolha por este ou aquele time é irracional.

Mas acreditando na paixão pelo futebol, passo também longe de ser dessas que considera que tal paixão justifica qualquer coisa. É absurdo que pessoas saiam no braço por causa de uma partida esportiva, que se matem, que se destruam, que destruam patrimônio público, que se xinguem e se ofendam, que coloquem o futebol acima de reais problemas da sociedade.

Este post, no entanto, não é para entrar nessa discussão. Coloco simplesmente que não, futebol não justifica 95% do que é feito em seu nome e que sim, damos demasiada atenção a tal “paixão nacional”. Este post é para expressar que eu simplesmente não entendo e não chego perto de respeitar pessoas que vivem suas vidas rotineiras sem mesmo olhar para os problemas sociais e quando chega algum evento futebolístico soltam frases do tipo: “é por isso que o Brasil não vai pra frente” ou “futebol, esse pão e circo moderno”. Concordo, como já falei antes, que é dada demasiada atenção aos campeonatos de futebol, jogando para escanteio outros assuntos mais relevantes. Mas aqui também podemos discutir mesmo sobre o espaço que a mídia abre para cada coisa (por que temos tantos noticiários esportivos – que na verdade falam 90% de futebol – e tão pouco espaço para outrs tipos de discussões?)… O que me irritou de verdade foi ver algumas pessoas que nunca se preocupam com a sociedade em geral (olha que coisa ampla, é falar qualquer coisa que não seja sobre seu próprio umbigo) culpando o futebol pelas mazelas do país. Porque a culpa é do povo, né, que não pode ter a mesma diversão que a sua, jogando Playstation 3 e jogos importados. Não, amigo, o Zé da Esquina tem que ir no máximo ali no campo pagando 10 real. E só pra terminar, conheço pessoas que respeito muito, que discutem diariamente injustiças sociais, que se envolvem, que trabalham e que estão se formando ou já se formaram para exercer funções diretamente ligadas à mudança social e que adoram futebol, sem por isso serem alienadas, muito pelo contrário.

Just my two cents.

*Ao som de Flogging Molly – You Won’t Make a Fool Out Of Me

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “You won’t make a fool out of me

  1. oniguiri

    nossa, quem foi que te ofendeu com essa historia?

  2. Olivia

    Não me ofendeu, me deu preguiça. O título é só pra ser mais dramática (of course).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s