O Jardim Secreto

O Jardim

É fácil entender porque uma pessoa ama este filme, mas é meio complicado explicar exatamente. Ao tentar falar sobre, decidi que tudo o que odeio na Inglaterra é o também o que adoro, não é possível. Quero dizer, “O Jardim Secreto” é passado numa época de imperialismo à mil, remete a uma sociedade tradicional de senhores e criados, um castelo e uma grande propriedade… Mas enfim, eu adoro.

Sempre gostei especialmente do fato de terem escolhido uma menina sem atrativos, sem ser aquela garotinha tipo Dakota Fanning, que é tipo consenso de que é uma graça, etc. A menina é comum. Também acho linda a relação dela (Mary Lennox) com o menino Dickon, um garoto plebeu que vive andando e conversando com animais. E chama a menina sempre de Miss. Miss Mary. Aí está algo que eu acho lindo ao mesmo tempo que tenho nojo. Mas penso que acho bonito justamente pela relação ter que ser teoricamente entre superior e subalterno, mas acontecer em pé de igualdade (ou pelo menos assim parece). Há também a irmã do Dickon, Martha, uma das criadas da casa e a responsável por Mary. É bonito ver a inocência e empolgação e fico pensando se os criados teriam realmente este tipo de lealdade com seus patrões/senhores. Penso isso principalmente depois de acompanhar a série Downton Abbey sobre a qual pretendo falar ainda. E como exemplo deste tipo de criado, temos Mrs. Medlock, interpretada por ninguém menos que Maggie Smith. Bem, não é apenas a descrição de um criado, mas de qualquer pessoa: nem bom, nem mau. Apesar da rigidez da Mrs. Medlock e de vez em quando termos um pouco de raiva, não conseguimos odiá-la simplesmente porque ela não quer o mal, ela faz aquilo que sempre fez, aquilo que ela acredita ser o melhor e não para ela, mas para todos.

Enfim, é difícil explicar o que este filme tem que me faz (a mim e muitas outras pessoas) assistir absolutamente todas as vezes que está passando, dublado, em algum canal durante a tarde. Talvez seja a inocência da história toda, a amizade das crianças, um amor nascendo, pessoas mudando… E tudo naquele verde sem fim dos campos do Reino Unido.

E acho que estoy enamorada das roupas.

*Ao som de Zbiegniew Preisner – Shows Dickon Garden

Anúncios

6 Comentários

Arquivado em Uncategorized

6 Respostas para “O Jardim Secreto

  1. Eu acho que soh vi esse filme uma vez, acredita?! Nem lembro muito bem! Mas como assim vc ama é odeia a aristocracia?

    E nossa, eu achei que era a unica pessoa que nunca tinha visto The Reader hahaha! (te respondendo por aqui, se eu responder là acho que vc nao vai ver)

    Beijo!

  2. Olivia

    Não que eu curta a aristocracia, né. Nossa senhora! Mas é que de alguma maneira eu acho lindos os filmes que mostram essa época, esses castelos, essas tradições. Por isso q disse que nao consigo entender!

    E pois é, até hoje. Acho que baixei e esqueci de baixar legenda e já renomeei o arquivo, entao nao sei qual versao da legenda é a certa… Aiii! Depois tento.

    E por que vc nao migra pro wordpress tb? Ele tem a função de avisar a gente das respostas dos comentarios!!!

  3. Ah Olévia, acho que o que a gente acha bonito (eu tb) é a “construção romântica” da aristocracia, sabe! Essas representaçoes bonitinhas que entraram no nosso imaginàrio estético… se vc pensar no que isso era de verdade (essas pessoas deviam feder, ter dente podre, etc) eu acho que isso muda, hahaha!

    Eu recebo avisos quando alguém comenta no meu blog… mas se eu tivesse no wordpress ele avisaria, por exemplo, quando vc respondesse a um comentàrio meu no SEU blog? (nao entendi direito). Mas na verdade eu nem sei como migrar, ow!!! #comofas

    • Olivia

      É, é isso mesmo. É essa imagem romântica mesmo. Eles me pegaram com essa.

      O wordpress tem a funçao de vc tipo assinar a lista de comentários, aí toda vez q alguém comentar onde vc ja deixou resposta, mesmo em blogs alheios (tipo vc comentando no meu) ele te avisa. E é fácil migrar, faz uma conta no wordpress e fuça lá q ele te ajuda! aliás, faz o trabalho suj todo por vc!

  4. Pingback: “The Secret Garden”, Frances Hodgson Burnett | Nowherelander

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s