Stuck in reverse

Se descobertas musicais me fazem realmente mudar de humor e ver o mundo com novos olhos, de uma maneira otimista e com aquela sensação de que o céu é o limite, uma decepção me deixa, ao contrário, bem mal. O sentimento é algo como uma traição – e dizem que mulher traída é algo que você não quer ver.

***

Era uma vez uma pessoa que curtia de verdade Coldplay. As melodias meio tristes apoiadas no piano e na voz na maioria das vezes aguda do Chris Martin. E as letras. As letras como o centro de tudo, instrospectivas e por isso mesmo falando tanto com sentimentos pessoais. Aí acabou.

***

Desde o Viva la Vida as mudanças foram significativas, mas eu confesso que este deve ter sido um dos álbuns que mais escutei na vida. De verdade eu gosto muito dele, apesar de já nele muita gente ter torcido o nariz. Mas apesar de algumas letras meio sem pé nem cabeça (como a própria “Viva…”), existem outras como “Lost” – que pelo menos a mim sempre disse muito.

Aí o Coldplay bateu o martelo e disse: “É isso, vamos ser U2.”

Em entrevista recente eles estavam aí falando como passaram a compor pensando nos shows em grandes estádios, nos jogos de luz, na performance. Como já disse por aqui, acredito que música deva ser sincera. (Tá, isso parece enólogo descrevendo vinho como “com gosto dos bosques e aroma outonal”, mas acho que dá para entender.) Se ela precisa de toda essa parafernalha que envolve grandes shows para ser completa, então aquela não é uma boa música. A performance, o ver ao vivo, deve ser uma experiência diferente, não necessária para que a música seja apreciada. A sensação que me ficou foi a de que o que está sendo composto é uma trilha sonora para um grande espetáculo, ou seja, o principal, o que interessa, não são as canções, que acabam ficando num segundo plano. Isso de certa forma explicaria o descuido nas letras, que chegaram num vazio “I put my records on”.

***

Desde a minha adolescência não tenho grandes ídolos e nunca espero que um artista que eu admiro sempre me agrade. No entanto, não dá pra não ficar decepcionada quando uma banda que sempre dizia tanto para e sobre você mesma abraçam um discurso como esse. A música deles, então, diz agora sobre quem? Porque não me parece que diga algo sobre nem eles mesmos.

E vamos lembrar de “Yellow”, do primeiro álbum, e que funciona tão bem ao vivo. Sem precisar ser composta para esse fim.

*Ao som de Coldplay – Fix You

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Uncategorized

4 Respostas para “Stuck in reverse

  1. Luana Bacci

    Sabe que eu nunca ouvi muito? Achava muito triste, sei la..
    Mas entendo sua “revolta”, eh como se os Smiths tivessem virado a Familia Do-Re-Mi… Melhor parar, ne?

    • Olivia

      Pois é. Eu fiquei muito chocada foi com a declaraçao deles. Foi assumir que eles estavam fazendo música pra vender. Ok, a gente sabe que isso é um negócio, mas ainda acho que não é por aí…

  2. Nossa, que tosco eles dizerem que fazem musica pra tocar em palco grande… mas ow na verdade Coldplay é u2 sao duas bandas que eu nunca escutei direito, pq às vezes eu tenho preguiça de coisa modinha (embora eu saiba que modinha nao quer dizer que seja ruim, mas sei là, eu fico com preguiça de baixar). E na verdade tem muito tempo que eu nao me empolgo muito com musica, vai saber por quê. As vezes fico dias sem nem olhar meu mp3…
    Mas enfim, que vai substituir coldplay no seu coraçao?!

    • Olivia

      Eu morro de preguiça de U2 basicamente pq nao gosto do Bono. Pra mim esse cara é um marqueteiro de primeira.

      E como vc pode ficar sem música?!?? Mas te entendo. existem época negras q eu tb fico mto tempo sem ouvir música ou quando nenhuma música tá me empolgando, mas aí eu parto pra busca de coisas novas, pode ser até mesmo coisa q eu ját inha aqui mas nunca tinha parado pra escutar. É ótimo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s