It’s the circle of life

Amar é muito difícil. Quero dizer, é fácil, mas é sofrido.

Por aqui temos muito amor por gatinhos. Sério. Gatos são legais, é tipo mais uma pessoa mesmo, porque eles ficam de mau ou bom humor, têm seus dias estressados e os que estão muito carinhosos, tem dias que preferem um pouco de tempo pra eles mesmos e em outros não conseguem ficar longe de você e querem companhia o tempo todo. E não são todos iguais – cada um é de um jeito.

A primeira gatinha a morar com a gente foi a Cléo. Ela já veio com uns 4ou 5 anos, era uma persa branca que tinha sido de um vizinho que criava gatos pra vender, mas como ela não podia mais procriar, veio pra nossa família. Ela era calma e tinha um ar de realeza, porém bondosa. Quando adotamos a Margot, vinda diretamente da Fafich, esta criatura amamentou! Ela se foi uma semana antes de eu voltar do intercâmbio, e na verdade acho bom não ter visto nada porque essas coisas me afetam muito.

No ano passado, querendo suprir a carência da Margot, que passou a reinar solitária, trouxemos a Mignone. Essa deve ser a gata mais gente fina do universo, sério mesmo. Muito brincalhona, mas extremamente sem noção. Enquanto a Margot, em toda a sua elegância de puma, passa pelas prateleiras e mesas sem tirar uma pluma do lugar, a Mignone é do tipo que derruba absolutamente tudo. Ainda mais se ela está hipnotizada por algum insetinho voando. Diz meu pai que ela tem um parafuso a menos, o que parece ser verdade.

Há duas semanas ela está desaparecida. Sabe, amar é muito difícil, porque a gente sofre demais com essas coisas. Olhos inchados? Oi? Confere. Se ela está no céu, foi pro lindo céu dos gatos onde acredito que existam muitos novelos de lã que rolam pra lá e pra cá. Senão, alguém pode ter adotado e amá-la como se deve.

Mas enquanto um vai, chegam outros. A Gata, que achamos na rua um pouco antes da Mignone nos deixar, trouxe em sua barriga outros três seres felinos, que agora rolam pra lá e pra cá, tentando se manter em quatro patas.

Gatchénho

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s